Todos os caminhos do homem lhe parecem justos, mas o Senhor pesa o coração. Provérbios 21.2
Leitura diária na versão Nova Versão Internacional - Português


Jeremias 41
Jeremias 42
Jeremias 43
João 13.31->
João 14.1-14

Jeremias 41


1
No sétimo mês, Ismael, filho de Netanias, filho de Elisama, que era de sangue real e tinha sido um dos oficiais do rei, foi até Gedalias, filho de Aicam, em Mispá, levando consigo dez ho­mens. Enquanto comiam juntos,
2
Ismael e os dez homens que estavam com ele se levantaram e feriram à espada Gedalias, filho de Aicam, neto de Safã, matando aquele que o rei da Babilônia tinha nomeado governador de Judá.
3
Ismael também matou todos os judeus que estavam com Gedalias em Mispá, bem como os soldados babilônios que ali estavam.
4
No dia seguinte ao assassinato de Gedalias, antes que alguém o soubesse,
5
oitenta homens que haviam rapado a barba, rasgado suas roupas e feito cortes no corpo, vieram de Siquém, de Siló e de Samaria, trazendo ofertas de cereal e incenso para oferecer no templo do Senhor.
6
Ismael, filho de Netanias, saiu de Mispá para encontrá-los, chorando enquanto caminhava. Quando os encontrou, disse: "Ve­nham até onde se encontra Gedalias, filho de Aicam".
7
Quan­do entraram na cidade, Ismael, filho de Netanias, e os homens que estavam com ele os mataram e os atiraram numa cisterna.
8
Mas dez deles disseram a Ismael: "Não nos mate! Temos trigo e cevada, azeite e mel, escondidos num campo". Então ele os deixou em paz e não os matou com os demais.
9
A cisterna na qual ele jogou os corpos dos homens que havia matado, juntamente com o de Gedalias, tinha sido cavada pelo rei Asa para defender-se de Baasa, rei de Israel. Ismael, filho de Netanias, encheu-a com os mortos.
10
Ismael tomou como prisioneiros todo o restante do povo que estava em Mispá, inclusive as filhas do rei, sobre os quais Nebuzaradã, o comandante da guarda imperial, havia nomeado Gedalias, filho de Aicam, governador. Ismael, filho de Netanias, levou-os como prisioneiros e partiu para o território de Amom.
11
Quando Joanã, filho de Careá, e todos os comandantes do exército que com ele estavam souberam do crime que Ismael, filho de Netanias, tinha cometido,
12
convocaram todos os seus soldados para lutar contra ele. Eles o alcan­çaram perto do grande açude de Gibeom.
13
Quando todo o povo, que Ismael tinha levado como prisioneiro, viu Joanã, filho de Careá, e os comandantes do exército que estavam com ele, alegrou-se.
14
Todo o povo que Ismael tinha levado como prisioneiro de Mispá se voltou e passou para o lado de Joanã, filho de Careá.
15
Mas Ismael, filho de Netanias, e oito de seus homens escaparam de Joanã e fugiram para o território de Amom.
16
Então, Joanã, filho de Careá, e todos os comandantes do exército que com ele estavam levaram todos os que tinham restado em Mispá, os quais ele tinha resgatado de Ismael, filho de Netanias, depois que este havia assassinado Gedalias, filho de Aicam: os soldados, as mulheres, as crianças e os oficiais do palácio real, que ele tinha trazido de Gibeom.
17
E eles prossegui­ram, parando em Gerute-Quimã, perto de Belém, a caminho do Egito.
18
Queriam escapar dos babilônios. Estavam com medo porque Ismael, filho de Netanias, tinha matado Gedalias, filho de Aicam, a quem o rei da Babilônia nomeara governador de Judá.

topo

Jeremias 42


1
Então todos os líderes do exército, inclusive Joanã, filho de Careá, e Jezanias[86], filho de Hosaías, e todo o povo, desde o menor até o maior, aproximaram-se
2
do profeta Jeremias e lhe disseram: Por favor, ouça a nossa petição e ore ao Senhor, ao seu Deus, por nós e em favor de todo este remanescente; pois, como você vê, embora fôssemos muitos, agora só restam poucos de nós.
3
Ore rogando ao Senhor, ao seu Deus, que nos diga para onde devemos ir e o que devemos fazer.
4
"Eu os atenderei", respondeu o profeta Jeremias. "Orarei ao Senhor, ao seu Deus, conforme vocês pediram. E tudo o que o Senhor responder eu lhes direi; nada esconderei de vocês."
5
Então disseram a Jeremias: Que o Senhor seja uma testemunha verdadeira e fiel contra nós, caso não façamos tudo o que o Senhor, o seu Deus, nos ordenar por você.
6
Quer seja favorável ou não, obedeceremos ao Senhor, o nosso Deus, a quem o enviamos, para que tudo vá bem conosco, pois obedecere­mos ao Senhor, o nosso Deus.
7
Dez dias depois o Senhor dirigiu a palavra a Jeremias,
8
e ele convocou Joanã, filho de Careá, e todos os comandantes do exército que estavam com ele e todo o povo, desde o menor até o maior.
9
Disse-lhes então: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel, a quem vocês me enviaram para apresentar a petição de vocês:
10
"Se vocês permanecerem nesta terra, eu os edificarei e não os destruirei; eu os plantarei e não os arrancarei, pois muito me pesa a desgraça que eu trouxe sobre vocês.
11
Não tenham medo do rei da Babilônia, a quem vocês agora temem. Não tenham medo dele", declara o Senhor, "pois estou com vocês e os salvarei e os livrarei das mãos dele.
12
Eu terei compaixão de vocês, e ele também, e lhes permitirá retornar à terra de vocês".
13
Contudo, se vocês disserem "Não permaneceremos nesta terra", e assim desobedecerem ao Senhor, ao seu Deus,
14
e se disserem: "Não, nós iremos para o Egito, onde não veremos a guerra nem ouviremos o som da trombeta, nem passaremos fome",
15
ouçam a palavra do Senhor, ó remanescente de Judá. Assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel: "Se vocês estão decididos a ir para o Egito e lá forem residir,
16
a guerra que vocês temem os alcançará, a fome que receiam os seguirá até o Egito, e lá vocês morrerão.
17
Todos os que estão decididos a partir e residir no Egito morrerão pela guerra, pela fome e pela peste; nem um só deles sobreviverá ou escapará da desgraça que trarei sobre eles".
18
Assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel: "Como o meu furor foi derramado sobre os habitantes de Jerusalém, também a minha ira será derramada sobre vocês, quando forem para o Egito. Vocês serão objeto de maldição e de pavor, de desprezo e de afronta. Vocês jamais tornarão a ver este lugar".
19
Ó remanescente de Judá, o Senhor lhes disse: "Não vão para o Egito". Estejam certos disto: Eu hoje os advirto
20
que vocês cometeram um erro fatal[87] quando me enviaram ao Senhor, ao seu Deus, pedindo: "Ore ao Senhor, ao nosso Deus, em nosso favor. Diga-nos tudo o que ele lhe falar, e nós o faremos".
21
Eu lhes disse, hoje mesmo, o que o Senhor, o seu Deus, me mandou dizer a vocês, mas vocês não lhe estão obedecendo.
22
Agora, porém, estejam certos de que vocês morrerão pela guerra, pela fome e pela peste, no lugar em que vocês desejam residir.

topo

Jeremias 43


1
Quando Jeremias acabou de dizer ao povo tudo o que o Senhor, o seu Deus, lhe mandara dizer,
2
Azarias, filho de Hosaías, e Joanã, filho de Careá, e todos os homens arrogantes disseram a Jeremias: Você está mentindo! O Senhor não lhe mandou dizer que não fôssemos residir no Egito.
3
Mas é Baruque, filho de Nerias, que o está instigando contra nós para que sejamos entregues nas mãos dos babi­lônios, a fim de que nos matem ou nos levem para o exílio na Babilônia.
4
Assim Joanã, filho de Careá, todos os comandantes do exército e todo o povo desobedeceram à ordem do Senhor de que permane­cessem na terra de Judá.
5
E Joanã, filho de Careá, e todos os comandantes do exército levaram todo o remanescente de Judá que tinha voltado de todas as nações para onde haviam sido espalhados a fim de viver na terra de Judá:
6
todos os homens, mulheres e crianças, as filhas do rei, todos os que Nebuzaradã, o comandante da guarda imperial, deixara com Gedalias, filho de Aicam, neto de Safã; além do profeta Jeremias e de Baruque, filho de Nerias.
7
Eles foram para o Egito, desobedecendo ao Senhor, indo até Tafnes.
8
Em Tafnes, o Senhor dirigiu a palavra a Jeremias, dizendo:
9
Pegue algumas pedras grandes e, à vista dos homens de Judá, enterre-as no barro do pavimento à entrada do palácio do faraó, em Tafnes.
10
Então diga-lhes: Assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel: Mandarei chamar meu servo Nabucodonosor, rei da Babilônia, e ele colocará o seu trono sobre essas pedras que enterrei, e estenderá a sua tenda[88] real sobre elas.
11
Ele virá e atacará o Egito, trará a morte aos destinados à morte, o cativeiro aos destinados ao cativeiro, e a espada aos destinados a morrer à espada.
12
Ele incendiará[89] os templos dos deuses do Egito; queimará seus templos e levará embora cativos os seus deuses. Como um pastor tira os piolhos do seu manto[90], assim ele tirará os piolhos do Egito, e sairá em paz.
13
Ele despedaçará as colunas no templo do sol[91], no Egito, e incendiará os templos dos deuses do Egito.

topo

João 13

31->
31
Depois que Judas saiu, Jesus disse: Agora o Filho do homem é glorificado, e Deus é glorificado nele.
32
Se Deus é glorificado nele, [73] Deus também glorificará o Filho nele mesmo, e o glorificará em breve.
33
Meus filhinhos, vou estar com vocês apenas mais um pouco. Vocês procurarão por mim e, como eu disse aos judeus, agora lhes digo: Para onde eu vou, vocês não podem ir.
34
Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros.
35
Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros.
36
Simão Pedro lhe perguntou: "Senhor, para onde vais?" Jesus respondeu: "Para onde vou, vocês não podem seguir-me agora, mas me seguirão mais tarde".
37
Pedro perguntou: "Senhor, por que não posso seguir-te agora? Darei a minha vida por ti!"
38
Então Jesus respondeu: Você dará a vida por mim? Asseguro-lhe que, antes que o galo cante, você me negará três vezes!

topo

João 14

1-14
1
Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; [74] creiam também em mim.
2
Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu lhes teria dito. Vou preparar-lhes lugar. [75]
3
E se eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver.
4
Vocês conhecem o caminho para onde vou.
5
Disse-lhe Tomé: "Senhor, não sabemos para onde vais; como então podemos saber o caminho?"
6
Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.
7
Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam[76] também o meu Pai. Já agora vocês o conhecem e o têm visto.
8
Disse Filipe: "Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta".
9
Jesus respondeu: Você não me conhece, Filipe, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo? Quem me vê, vê o Pai. Como você pode dizer: "Mostra-nos o Pai"?
10
Você não crê que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu lhes digo não são apenas minhas. Ao contrário, o Pai, que vive em mim, está realizando a sua obra.
11
Creiam em mim quando digo que estou no Pai e que o Pai está em mim; ou pelo menos creiam por causa das mesmas obras.
12
Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai.
13
E eu farei o que vocês pedirem em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho.
14
O que vocês pedirem em meu nome, eu farei.

topo
Publicidade
Publicidade
Participe da nossa comunidade
Facebook
Twitter
Google plus
Publicidade