E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este, que até perdoa pecados? Lucas 7.49
Leitura diária na versão Corrigida Fiel - Português


Salmo 85
Salmo 86
Salmo 87
Salmo 88
Romanos 3

Salmo 85


1
ABENÇOASTE, SENHOR, a tua terra; fizeste voltar o cativeiro de Jacó.
2
Perdoaste a iniqüidade do teu povo; cobriste todos os seus pecados. (Selá.)
3
Fizeste cessar toda a tua indignação; desviaste-te do ardor da tua ira.
4
Torna-nos a trazer, ó Deus da nossa salvação, e faze cessar a tua ira de sobre nós.
5
Acaso estarás sempre irado contra nós? Estenderás a tua ira a todas as gerações?
6
Não tornarás a vivificar-nos, para que o teu povo se alegre em ti?
7
Mostra-nos, SENHOR, a tua misericórdia, e concede-nos a tua salvação.
8
Escutarei o que Deus, o SENHOR, falar; porque falará de paz ao seu povo, e aos santos, para que não voltem à loucura.
9
Certamente que a salvação está perto daqueles que o temem, para que a glória habite na nossa terra.
10
A misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram.
11
A verdade brotará da terra, e a justiça olhará desde os céus.
12
Também o SENHOR dará o que é bom, e a nossa terra dará o seu fruto.
13
A justiça irá adiante dele, e nos porá no caminho das suas pisadas.

topo

Salmo 86


1
INCLINA, SENHOR, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito.
2
Guarda a minha alma, pois sou santo: ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia.
3
Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia.
4
Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, levanto a minha alma.
5
Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam.
6
Dá ouvidos, SENHOR, à minha oração e atende à voz das minhas súplicas.
7
No dia da minha angústia clamo a ti, porquanto me respondes.
8
Entre os deuses não há semelhante a ti, Senhor, nem há obras como as tuas.
9
Todas as nações que fizeste virão e se prostrarão perante a tua face, Senhor, e glorificarão o teu nome.
10
Porque tu és grande e fazes maravilhas; só tu és Deus.
11
Ensina-me, SENHOR, o teu caminho, e andarei na tua verdade; une o meu coração ao temor do teu nome.
12
Louvar-te-ei, Senhor Deus meu, com todo o meu coração, e glorificarei o teu nome para sempre.
13
Pois grande é a tua misericórdia para comigo; e livraste a minha alma do inferno mais profundo.
14
Ó Deus, os soberbos se levantaram contra mim, e as assembléias dos tiranos procuraram a minha alma, e não te puseram perante os seus olhos.
15
Porém tu, Senhor, és um Deus cheio de compaixão, e piedoso, sofredor, e grande em benignidade e em verdade.
16
Volta-te para mim, e tem misericórdia de mim; dá a tua fortaleza ao teu servo, e salva ao filho da tua serva.
17
Mostra-me um sinal para bem, para que o vejam aqueles que me odeiam, e se confundam; porque tu, SENHOR, me ajudaste e me consolaste.

topo

Salmo 87


1
O SEU fundamento está nos montes santos.
2
O SENHOR ama as portas de Sião, mais do que todas as habitações de Jacó.
3
Coisas gloriosas se dizem de ti, ó cidade de Deus. (Selá.)
4
Farei menção de Raabe e de Babilônia àqueles que me conhecem; eis que da Filístia, e de Tiro, e da Etiópia, se dirá: Este homem nasceu ali.
5
E de Sião se dirá: Este e aquele homem nasceram ali; e o mesmo Altíssimo a estabelecerá.
6
O SENHOR contará na descrição dos povos que este homem nasceu ali. (Selá.)
7
Assim os cantores como os tocadores de instrumentos estarão lá; todas as minhas fontes estão em ti.

topo

Salmo 88


1
SENHOR Deus da minha salvação, diante de ti tenho clamado de dia e de noite.
2
Chegue a minha oração perante a tua face, inclina os teus ouvidos ao meu clamor;
3
Porque a minha alma está cheia de angústia, e a minha vida se aproxima da sepultura.
4
Estou contado com aqueles que descem ao abismo; estou como homem sem forças,
5
Livre entre os mortos, como os feridos de morte que jazem na sepultura, dos quais te não lembras mais, e estão cortados da tua mão.
6
Puseste-me no abismo mais profundo, em trevas e nas profundezas.
7
Sobre mim pesa o teu furor; tu me afligiste com todas as tuas ondas. (Selá.)
8
Alongaste de mim os meus conhecidos, puseste-me em extrema abominação para com eles. Estou fechado, e não posso sair.
9
A minha vista desmaia por causa da aflição. SENHOR, tenho clamado a ti todo o dia, tenho estendido para ti as minhas mãos.
10
Mostrarás, tu, maravilhas aos mortos, ou os mortos se levantarão e te louvarão? (Selá.)
11
Será anunciada a tua benignidade na sepultura, ou a tua fidelidade na perdição?
12
Saber-se-ão as tuas maravilhas nas trevas, e a tua justiça na terra do esquecimento?
13
Eu, porém, SENHOR, tenho clamado a ti, e de madrugada te esperará a minha oração.
14
SENHOR, porque rejeitas a minha alma? Por que escondes de mim a tua face?
15
Estou aflito, e prestes tenho estado a morrer desde a minha mocidade; enquanto sofro os teus terrores, estou perturbado.
16
A tua ardente indignação sobre mim vai passando; os teus terrores me têm retalhado.
17
Eles me rodeiam todo o dia como água; eles juntos me sitiam.
18
Desviaste para longe de mim amigos e companheiros, e os meus conhecidos estão em trevas.

topo

Romanos 3


1
QUAL é, pois, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão?
2
Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas.
3
Pois quê? Se alguns foram incrédulos, a sua incredulidade aniquilará a fidelidade de Deus?
4
De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, E venças quando fores julgado.
5
E, se a nossa injustiça for causa da justiça de Deus, que diremos? Porventura será Deus injusto, trazendo ira sobre nós? (Falo como homem.)
6
De maneira nenhuma; de outro modo, como julgará Deus o mundo?
7
Mas, se pela minha mentira abundou mais a verdade de Deus para glória sua, por que sou eu ainda julgado também como pecador?
8
E por que não dizemos (como somos blasfemados, e como alguns dizem que dizemos): Façamos males, para que venham bens? A condenação desses é justa.
9
Pois quê? Somos nós mais excelentes? De maneira nenhuma, pois já dantes demonstramos que, tanto judeus como gregos, todos estão debaixo do pecado;
10
Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer.
11
Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus.
12
Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.
13
A sua garganta é um sepulcro aberto; Com as suas línguas tratam enganosamente; Peçonha de áspides está debaixo de seus lábios;
14
Cuja boca está cheia de maldição e amargura.
15
Os seus pés são ligeiros para derramar sangue.
16
Em seus caminhos há destruição e miséria;
17
E não conheceram o caminho da paz.
18
Não há temor de Deus diante de seus olhos.
19
Ora, nós sabemos que tudo o que a lei diz, aos que estão debaixo da lei o diz, para que toda a boca esteja fechada e todo o mundo seja condenável diante de Deus.
20
Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado.
21
Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas;
22
Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença.
23
Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;
24
Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.
25
Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus;
26
Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.
27
Onde está logo a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não; mas pela lei da fé.
28
Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei.
29
É porventura Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente,
30
Visto que Deus é um só, que justifica pela fé a circuncisão, e por meio da fé a incircuncisão.
31
Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei.

topo
Participe da nossa comunidade
Facebook
Twitter