E Jeremias respondeu: "Meu Deus, o Senhor sabe porque estou sendo perseguido. Proteja-me e castigue os meus inimigos. Pelo seu amor, não deixe que eles me matem. Eu estou sofrendo tudo isso porque amo ao Senhor! Jeremias 15.15
Leitura diária na versão Novo testamento Versão Palavra Viva/Velho testamento Bíblia Viva - Portugués


Êxodo 3
Êxodo 4
Êxodo 5
Mateus 15.29-39
Mateus 16.1-12

Êxodo 3


1
MOISÉS ESTAVA apascentando o rebanho do seu sogro Reuel, também chamado Jetro, sacerdote de Midiã. Nesse serviço, levou o rebanho para o lado leste do deserto, e chegou perto de Horebe, o monte de Deus.
2
De repente apareceu o Anjo do Senhor no meio de uma pequena árvore que estava pegando fogo. Moisés olhou para lá e viu que a moita de sarça estava em chamas, mas o fogo não queimava a planta!
3
"Vou lá ver de perto essa coisa espantosa!" disse Moisés."O fogo não queima aquela moita!"
4
Mas quando ia indo para lá, o Senhor chamou Moisés pelo nome: "Moisés! Moisés!" "Eis-me aqui! ", respondeu Moisés.
5
"Não chegue aqui perto, " disse Deus."Tire os sapatos, pois você está pisando em terra santa. Eu sou o Deus dos seus pais. Sou o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó." Moisés cobriu o rosto com as mãos, com medo de olhar para Deus.
7
"Vi as terríveis aflições do meu povo no Egito, " disse Deus."E ouvi o meu povo clamando por liberdade, por causa dos duros mestres de obras que o maltratam. Conheço bem os sofrimentos de meu povo! Vim aqui para libertar os israelitas das garras dos egípcios. E vou levar o meu povo do Egito para uma terra grande e boa - terra que é fonte de leite e mel. É o território onde vivem os cananeus, os heteus, os amorreus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. Sim, porque os gritos de dor do povo de Israel chegaram aos meus ouvidos. E bem sei como os egípcios perseguem os hebreus!
10
"Agora vou mandar você a Faraó, para tirar o meu povo do Egito.
11
"Mas eu não sou pessoa certa para um trabalho como esse!" disse Moisés.
12
"Eu estarei com você, " disse Deus."E a prova de que está sendo enviado por mim é esta: Quando você sair com os israelitas do Egito, virão dar culto a mim neste monte."
13
Disse Moisés: "Suponhamos que eu vá falar com o povo de Israel e que diga: 'O Deus dos seus pais me mandou falar com vocês. ' Se eles perguntarem: "Que Deus é esse? Qual é o nome dele?" "Que é que eu digo?"
14
Disse Deus: "Eu Sou o que Sou. Quer dizer que nenhum nome é grande demais para Mim. Você pode dizer simplesmente a eles: 'Eu Sou me mandou aqui!' Sim, diga que o Senhor - o Deus dos seus pais, o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó - mandou você a eles. Este é o meu nome eterno, nome pelo qual serei chamado através de todas as gerações.
16
"Agora vá, " continuou Deus."Reúna os líderes de Israel e conte a eles o que aconteceu. Diga: 'O Senhor, o Deus dos seus pais - o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó me apareceu! Ele me disse: "Visitei o meu povo e vi o que está acontecendo com ele no Egito. Prometi que haveria de levar o meu povo para o território onde vivem os cananeus, os heteus, os amorreus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. Aquela terra é uma fonte de leite e mel." Os líderes de Israel aceitarão a sua palavra. Depois eles terão de ir junto com você à presença do rei do Egito. Você dirá a Faraó: 'O Senhor, o Deus dos hebreus, se encontrou conosco. Agora queremos licença para ir ao deserto para oferecer sacrifício a Deus. Queremos ir a uma distância de três dias de viagem.
19
"Bem sei que o rei do Egito não deixará que saiam, a não ser que, sofra uma pressão muito forte.
20
"Eu mesmo farei essa pressão ! Vou destruir o Egito com meus milagres, e só depois o rei acabará cedendo.
21
"Quando acontecer isso, vou fazer com que os egípcios fiquem gostando dos israelitas e lhes dêem muitos presentes. Assim vocês não sairão de mãos vazias.
22
"Cada mulher israelita pedirá jóias, prata, ouro e as melhores roupas à mulher do patrão egípcio e às vizinhas. Vocês vestirão e enfeitarão os seus filhos e as suas filhas com as melhores coisas do Egito.

topo

Êxodo 4


1
MAS DISSE MOISÉS: "Eles não vão acreditar em mim! Não vão querer fazer o que eu disser. Eles vão dizer: 'Que nada! O Senhor nunca apareceu a você!"
2
"Que é que você tem na mão?" perguntou o Senhor. Moisés respondeu: "Uma vara de pastor".
3
Disse Deus: "Jogue a vara no chão". Ele jogou. A vara virou cobra, e Moisés fugiu dela!
4
Disse o Senhor: "Pegue a cobra pelo rabo." Ele pegou, e ela virou vara na hora!
5
"Com isso eles vão acreditar que o Senhor, o Deus dos seus pais - o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó apareceu a você.
6
Disse o Senhor: "Ponha a mão no peito." Ele obedeceu. Quando tirou a mão, viu que ela estava branca de lepra.
7
"Ponha de novo a mão no peito." disse o Senhor. Moisés fez isso e, quando tirou, viu que estava inteiramente sã - como o restante do corpo!
8
Disse Deus: "Se eles não acreditarem ao verem o primeiro milagre, acreditarão quando virem o segundo. E se por acaso não aceitarem você - depois destes dois sinais, farei outro. Você despejará na terra seca água tirada do rio Nilo. Essa água virará sangue!"
10
Moisés continuou teimando. Disse ele: "Ah! Senhor! Nunca fui bom para falar. Nem antes, nem depois que o Senhor falou comigo; pois sou lerdo para falar."
11
"Quem faz a boca dos homens?", disse o Senhor."Quem faz com que o homem fale ou não fale', veja ou não veja, escute ou não escute? Não sou Eu - o Senhor? Agora vá. Eu farei com que você fale bem, e direi o que você terá de falar."
13
Mas Moisés disse: "Ah! Senhor! Mande outro no meu lugar!"
14
Então inflamou-se a ira do Senhor."Está bem, " disse Ele."Arão, o levita, seu irmão, vem aí. Ele vai ficar contente por ver você. Eu sei que ele tem facilidade para falar. Você dirá a ele as palavras, e ele falará no seu lugar. Eu ajudarei vocês dois a falarem, e direi aos dois o que devem fazer. Ele será intermediário entre você e o povo. Você falará por meio dele. Será como Deus para ele.
17
"Mais uma coisa: Não esqueça a vara. Com ela você vai fazer os milagres:"
18
Moisés voltou para casa e disse ao seu sogro Jetro: "Peço licença para ir até o Egito. Quero ver como estão os meus parentes, pois não sei nem se eles ainda estão vivos!" Disse Jetro: "Pode ir. Desejo que viaje em paz."
19
Nesse meio tempo, o Senhor falou com Moisés em Midiã. Disse Ele: "pode voltar tranqüilo para o Egito. Digo isto porque todos aqueles que estavam querendo matar você já morreram."
20
Moisés começou a viagem para o Egito. A família dele foi junto: A mulher e os filhos foram montados em um jumento. Moisés levou a "vara de Deus".
21
O Senhor disse a Moisés: "Quando chegar de volta ao Egito, trate de fazer na frente de Faraó todos os milagres que mostrei. Mas Eu vou fazer com que ele fique de coração duro e não deixe o povo sair. Você deverá dizer a Faraó: 'Disse o Senhor: "Israel é o meu filho mais velho. Sou eu que estou mandando você deixar o meu filho sair para me prestar culto. Se você não deixar, vou matar o seu filho mais velho!""
24
Durante a viagem, Moisés parou para passar a noite numa pensão. Ali o Senhor apareceu e ameaçou matar Moisés. Então Zípora circuncidou o filho e lançou a pele cortada aos pés de Moisés. Fez isso e disse: "Que marido sanguinário você ficou!" - Disse isto por causa da circuncisão. Aí o Senhor deixou Moisés.
27
Depois o Senhor disse a Arão: "Vá se encontrar com Moisés no deserto." Arão foi e encontrou Moisés no monte Horebe, o monte de Deus. Os dois irmãos se abraçaram.
28
Moisés contou a Arão tudo o que Deus tinha dito, e falou dos milagres que deviam fazer na frente de Faraó.
29
Moisés e Arão foram para o Egito e convocaram uma assembléia de todos os líderes de Israel. Arão disse tudo o que o Senhor tinha falado a Moisés, e fez os milagres na frente deles.
31
Assim o povo de Israel acreditou que Deus tinha mandado Moisés e Arão. E quando os ouviram dizer que o Senhor tinha visitado os israelitas, tinha visto os sofrimentos deles e estava disposto a libertar o povo de Israel, inclinaram as cabeças e prestaram culto a Deus.

topo

Êxodo 5


1
DEPOIS MOISÉS e Arão foram falar com Faraó. Disseram: "Viemos trazer uma mensagem da parte do Senhor, o Deus de Israel. Disse Deus: 'Deixe o meu povo ir ao deserto para fazer uma festa religiosa e para me dar culto:'"
2
"Ora!", respondeu o rei."Quem é o Senhor para que eu lhe obedeça e deixe Israel sair do país? Não sei quem é o Senhor, e não deixo Israel ir."
3
Moisés e Arão insistiram: "O Deus dos hebreus se encontrou conosco, " disseram eles."Precisamos ir para o deserto, a uma distância de três dias de viagem. Lá vamos oferecer sacrifícios ao nosso Deus. Se não obedecermos ao Senhor nosso Deus, Ele nos castigará com peste ou com espada!"
4
"O que vocês estão querendo fazer?", disse o rei do Egito."Por que fazem o povo parar de trabalhar? Voltem para os seus trabalhos! O povo já cresceu demais, e vocês ficam aí querendo afastar todo mundo do trabalho!"
6
No mesmo dia, Faraó deu novas ordens aos mestres de obras e aos oficiais nomeados para mandar os israelitas. As ordens foram estas: "De agora em diante, vocês não podem mais dar palha aos israelitas para fazer tijolos, como antes. Eles mesmos é que terão de buscar palha para isso. Mas não diminuam a tarefa deles. Terão de produzir a mesma quantidade de tijolos. Decerto está sobrando tempo para eles! Se não, não estariam querendo sair do país para oferecer sacrifícios ao Deus deles. Aumentem a carga deles, porque assim terão de pensar só no serviço. Não sobrará tempo, nem terão forças para dar ouvidos às mentiras de homens como Moisés e Arão!"
10
Os mestres de obras e os oficiais transmitiram logo as ordens do rei aos israelitas."Escutem a nova ordem de Faraó, " disseram eles."Vocês não receberão mais palha. Terão de procurar e ajuntar palha onde puderem. E terão de fazer as mesmas tarefas, como quando recebiam palha!"
12
Por isso, os israelitas saíam para todos os lados do território em busca de palha. Acabavam juntando ciscos em vez de palha!
13
Os mestres de obras davam em cima deles."Tratem de acabar o serviço!", diziam."Tratem de fazer a mesma quantidade de tijolos que faziam quando recebiam palha!"
14
E batiam nos oficiais israelitas que tinham sido nomeados para dirigir os grupos de trabalho."Por que não acabaram a tarefa de ontem e de hoje?", gritavam."Por que não fazem tijolos como antes?"
15
Os oficiais foram falar com Faraó."Majestade, " clamaram eles ao rei, "não trate assim os seus servos! Não nos dão palha e exigem a mesma produção de antes! E como isso não é possível, somos açoitados. Mas os mestres de obras é que merecem apanhar, pois exigem coisa absurda!".
17
Mas Faraó respondeu: "vocês estão com pouco trabalho. Por isso ficam dizendo: 'Vamos oferecer sacrifícios ao Senhor: Voltem ao trabalho! Não receberão palha nenhuma, e terão de fazer a mesma quantidade de tijolos que faziam antes! "
19
Então os oficiais israelitas se viram em má situação porque, como poderiam fazer cumprir essas ordens?!
20
Quando saíram do palácio, deram com Moisés e Arão, que estavam ali à espera deles.
21
Os oficiais disseram aos dois irmãos: "Deus seja o juiz de vocês. Pois deram motivo ao rei e ao povo dele para nos odiarem e nos matarem!',
22
Moisés clamou ao Senhor: "Ó Senhor, " disse ele, "por que trata o seu povo deste jeito? Por que me mandou? Para isso?! Pois desde que transmiti a Sua mensagem a Faraó, ele piorou o tratamento dado ao Seu povo. E a verdade é que o Senhor não libertou o Seu povo!"

topo

Mateus 15

29-39
29
Jesus saiu dali e andou ao lado do mar da Galileia. E ele subiu a um monte e se sentou lá.
30
E grandes multidões foram até ele, levando com eles os mancos, os cegos, os aleijados, os que não podiam falar e muitos outros, e os colocaram diante de Jesus, e ele curou todos.
31
A multidão ficou maravilhada quando viu aqueles que não podiam falar falando, e os aleijados curados, e os mancos andando, e os cegos enxergando! E eles glorificaram o Deus de Israel.
32
Então Jesus chamou seus discípulos para perto dele e disse: “Eu tenho compaixão da multidão porque já faz três dias que eles estão aqui comigo e eles não têm nada para comer. Eu não quero mandar eles embora com fome, pois sem comer nada eles podem desmaiar no caminho”.
33
Os discípulos responderam: "Onde nós vamos encontrar comida suficiente para todas essas pessoas neste lugar deserto?”
34
E Jesus perguntou: "Quantos pães vocês têm?" “Sete”, responderam eles, “e alguns peixinhos”.
35
Então Jesus ordenou à multidão que se sentassem no chão.
36
Depois ele pegou os sete pães e os peixes, agradeceu a Deus, os repartiu e deu aos discípulos, e os discípulos deram para toda a multidão.
37
Todos comeram e ficaram satisfeitos. E com o que o sobrou os discípulos ainda encheram sete cestos cheios.
38
Quatro mil homens comeram nesse dia, além de todas as mulheres e crianças.
39
E depois que Jesus despediu a multidão, ele entrou no barco e foi para a região de Magadã.

topo

Mateus 16

1-12
1
Um dia os fariseus e saduceus foram falar com Jesus, pois queriam o colocar à prova. Assim eles pediram que Jesus lhes mostrasse um sinal do céu.
2
Mas Jesus respondeu a eles: “Ao fim da tarde quando começa a escurecer vocês dizem: ‘Vamos ter bom tempo amanhã, porque o céu está vermelho’.
3
E pela manhã vocês dizem: ‘Hoje terá tempestade, porque o céu está vermelho e cheio de nuvens’. Hipócritas! Vocês sabem como interpretar os sinais do tempo no céu, mas não sabem como interpretar os sinais do tempo em que vocês estão vivendo!
4
Uma geração má e adúltera pede um sinal, mas nenhum sinal será dado a ela, a não ser o sinal do profeta Jonas”. Então Jesus os deixou e foi embora.
5
Quando os discípulos chegaram ao outro lado do mar, descobriram que tinham esquecido de trazer pão.
6
E Jesus disse a eles: “Fiquem atentos e tomem cuidado com o fermento dos fariseus e dos saduceus”.
7
Então eles discutiram sobre isso entre si, dizendo: “É porque não trouxemos o pão”.
8
E Jesus sabendo disso, falou: “Vocês de pequena fé, por que estão discutindo uns com os outros sobre não terem pão?
9
Vocês ainda não entenderam nada? Vocês não se lembram das cinco mil pessoas que eu alimentei com cinco pães, e de quantas cestas vocês recolheram depois do que sobrou?
10
Ou dos quatro mil homens que foram alimentados com sete pães, e de quantas cestas vocês recolheram depois do que sobrou?
11
Como vocês não conseguem entender que eu não estou falando de pão? Estou dizendo que fiquem longe do fermento dos fariseus e dos saduceus".
12
Então, finalmente eles entenderam que ele não estava falando sobre o fermento usado no pão, mas sobre o ensino dos fariseus e dos saduceus.

topo
Únete a nuestra comunidad
Facebook
Twitter