Português Espanhol Francês Alemão Inglês

Pesquisa/Leitura

"Abandonem os seus pecados ... voltem-se para Deus ... porque o Reino dos Céus está para chegar logo". Mateus 3.2

Leitura na versão Bíblia Viva - Português

http://www.bibliaemail.com/pviva/Romanos/8

Romanos 8

1
PORTANTO, NÃQ HÁ nenhuma condenação aguardando aqueles que pertencem a Cristo Jesus.
2
Portanto o poder do Espírito doador da vida - e eu recebo este poder por meio de Cristo Jesus - livrou-me do círculo vicioso do pecado e da morte.
3
Não estamos a salvo das garras do pecado só pelo fato de conhecermos os mandamentos de Deus, pois não podemos guardá-los e não os guardamos, mas Deus pôs em -ação um plano diferente a fim de nos salvar. Enviou seu próprio Filho, em corpo humano como o nosso - com a exceção de que o nosso é pecador - e destruiu o controle do pecado sobre nós, dando-Se a Si mesmo como sacrifício por nossos pecados.
4
Assim, agora podemos obedecer às leis divinas se seguirmos o Espírito Santo e não mais obedecermos à velha natureza pecaminosa que está dentro de nós.
5
Aqueles que se deixam controlar por sua natureza inferior, vivem tão somente para agradar a si próprios; mas aqueles que seguem o Espírito Santo, constatam que fazem as coisas que agradam a Deus.
6
Seguir o Espírito Santo conduz à vida e à paz, mas seguira velha natureza leva à morte
7
porque a velha natureza pecaminosa dentro de nós está contra Deus. Ela nunca obedeceu às leis divinas e nunca o fará.
8
É por essa razão que nunca podem agradar a Deus aqueles que ainda estão sob o controle de sua própria natureza pecaminosa, inclinados a seguir seus antigos desejos malignos.
9
Vocês, porém, não são assim. Vocês são controlados pela nova natureza, se tiverem o Espírito de Deus, morando em vocês. (E lembrem-se de que se alguém não tiver o Espírito de Cristo morando em si mesmo, esse não é cristão de modo nenhum.)
10
Mesmo que Cristo viva dentro de vocês, seus corpos morrerão por causa do pecado; no entanto, o espírito viverá, pois Cristo o perdoou.
11
E se o Espírito de Deus, que levantou Jesus dentre os mortos, vive em vocês, Ele fará com que seus corpos mortais vivam de novo depois da morte, por meio desse mesmo Espírito Santo que mora em vocês.
12
Portanto, queridos irmãos, vocês não têm, para com a velha natureza pecaminosa qualquer obrigação de fazer o que ela lhes pede.
13
Pois se vocês continuarem a segui-la, estão perdidos e perecerão; mas se a destruírem, juntamente com suas más obras, por meio do poder do Espírito Santo, vocês viverão.
14
Todos quantos são dirigidos pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.
15
E assim não devemos ser como escravos medrosos e servis, mas devemos nos comportar como verdadeiros filhos de Deus, adotados no seio de sua família, chamando-O de "Pai, Pai".
16
O Espírito Santo de Deus fala no íntimo dos nossos corações, dizendo-nos que somos realmente filhos de Deus.
17
E se somos os seus filhos, então participaremos dos seus tesouros - pois tudo quanto Deus dá ao seu Filho Jesus agora é nosso também. Mas se vamos participar da sua glória, precisamos participar também do seu sofrimento.
18
Contudo, aquilo que sofremos agora é insignificante, se compararmos com a glória que Ele nos dará mais tarde.
19
Toda a criação espera com paciência e esperança por aquele dia futuro quando Deus ressuscitará os seus filhos.
20
Isto porque naquele dia todos os espinhos e ervas daninhas, todo o pecado, morte e Corrupção - as coisas que por ordem de Deus dominaram o mundo contra a própria vontade do mundo - tudo desaparecerá, e o mundo ao nosso redor participará da gloriosa liberdade do pecado que os filhos de Deus desfrutam.
22
Sabemos que até mesmo as coisas da natureza, como os animais e as plantas, sofrem na doença e na morte enquanto esperam esse tão grande acontecimento.
23
E mesmo nós, os cristãos, embora tenhamos o Espírito Santo em nós como uma amostra que nos permite conhecer o sabor da glória futura, também gememos para ser libertados da dor e do sofrimento. Nós também esperamos ansiosamente aquele dia quando Deus nos dará plenos direitos como seus filhos, inclusive os novos corpos que Ele já prometeu - corpos que nunca voltarão a enfermar e nunca jamais morrerão.
24
Somos salvos pela confiança. E confiar quer dizer: esperar ansiosamente conseguir algo que ainda não temos - pois um homem que já tem algo não precisa esperar e confiar que o conseguirá.
25
Entretanto, se precisamos continuar a confiar em Deus por algo que ainda não aconteceu, isso nos ensina a esperar com paciência e certeza.
26
E desse mesmo modo - pela nossa fé - o Espírito Santo nos ajuda em nossos problemas diários e em nossas orações. Nem mesmo sabemos por quais devemos orar, nem orar como devemos; o Espírito Santo, porém, ora por nós com tal sentimento que não pode ser expresso em palavras.
27
E o Pai, que conhece todo os corações, evidentemente sabe o que o Espírito está dizendo enquanto Ele intercede por nós em harmonia com a própria vontade divina.
28
E sabemos que tudo quanto nos acontece está operando para o nosso próprio bem, se amarmos a Deus e estivermos nos ajustando aos plano dele.
29
Desde o princípio de tudo Deus decidiu que aqueles que fossem a Ele - e no decorrer dos tempos Ele sabia quem iriam - se tornassem semelhantes ao seu Filho, de tal modo que seu Filho fosse o Primeiro, com muitos irmãos.
30
E, ao nos escolher, Ele nos chamou para ir a Ele; e quando fomos, Ele declarou-nos "sem culpa", encheu-nos com a retidão de Cristo, deu-nos o direito de ficar com Ele e nos prometeu sua glória.
31
Que podemos dizer diante de coisas tão magníficas quanto estas? Se Deus está de nosso lado, quem e que pode estar contra nós?
32
Visto que Ele, em nosso favor, não poupou nem o seu próprio Filho, mas O entregou por todos nós, será que certamente não nos dará tudo o mais?
33
Quem se atreve a nos acusar, a nós que Deus escolheu para sermos dele? Será que Deus fará isso? Nunca! Foi Ele quem nos perdoou e nos deu o direito de ficar com Ele.
34
Quem nos condenará, então? Cristo? Não! Foi Ele quem morreu por nós e voltou à vida por nossa causa, e agora está sentado no lugar de maior honra junto a Deus, rogando por nós lá no céu.
35
Quem, então, pode jamais ocultar de nós o amor de Cristo? Quando estamos em aflição ou em desventura, quando somos perseguidos de morte ou destruídos, será que isso acontece por que Ele não mais nos ama? E se tivermos fome, ou ficarmos, sem dinheiro, ou passarmos por perigos, ou formos ameaçados de morte, será pois que Deus nos desamparou?
36
Não, pois as Escrituras nos dizem que por sua causa precisamos estar prontos a enfrentar a morte a qualquer momento do dia - somos como ovelhas, prontas a ser abatidas no matadouro.
37
Mas apesar de tudo isso, temos uma vitória esmagadora por meio de Cristo, que nos amou a ponto de morrer por nós.
38
Estou convencido de que nada poderá jamais nos separar do seu Amor. A morte não o pode, nem tampouco a vida. Os anjos não o poderão, e todas as forças do inferno não poderão afastar de nós o amor de Deus. Nossos temores pelo dia de hoje, nossas preocupações sobre o dia de amanhã
39
ou o lugar onde estivermos - bem alto no céu, ou nas profundezas do mar - nada, jamais, será capaz de separar-nos do amor de Deus demonstrado pelo nosso Senhor Jesus Cristo quando morreu por nós.
Comentar
Capítulo
001   002   003   004   005   006   007   008   009   010   011   012   013   
014   015   016   


Livro
Capítulo
Versículo*
Comparar versões
Corrigida Fiel - Português
Nova Versão Internacional - Português
Revisada - Português
VTD - Dinamarques
Martin Lutero - Alemão
Rayana Valera - Espanhol
Louis Segond - Francês
Bible American Standard - Inglês
Bible In Basic English - Inglês
Bible King James Version - Inglês
LND - Italiano

* Exemplos:
1
1.3.6.20
1-5
1.3-5
3-6.10

Comentar
Capítulo
001   002   003   004   005   006   007   008   009   010   
011   012   013   014   015   016   


Pesquisar


Participe da nossa comunidade

Google plus Twitter
Bíblia no seu site